Atividade física é importante na luta contra o câncer

iStock-823541900-Menor.jpg

Diversos estudos já comprovaram que a prática de atividades físicas é determinante para a prevenção de diversas doenças, entre elas está o câncer.

Como estamos no mês do Outubro Rosa, campanha que fomenta a discussão sobre o câncer de mama, é importante ressaltar os benefícios dos exercícios para a saúde da mulher.

Exercitar o corpo, além de um fator preventivo, desempenha também um papel fundamental na recuperação de quem já está em tratamento oncológico. Não é somente seguro como recomendável que a paciente faça algum treino, pelos seguintes benefícios:

·       Diminuição dos efeitos colaterais dos medicamentos

·       Melhoria no funcionamento do corpo

·       Fortalecimento do sistema imunológico

·       Redução da ansiedade e estresse

·       Aumento da disposição, bem-estar e autoestima

·       Equilíbrio da composição corporal

Uma pessoa que está em tratamento, e precisa passar pela quimioterapia, enfrenta náuseas, falta de apetite, dores pelo corpo, perda de peso e atrofia muscular. Todas essas reações podem ser amenizadas com a prática de exercícios.

Como muitos pacientes possuem dificuldade em se alimentar, os músculos podem se atrofiar, fazendo com que a doença consuma os nutrientes do corpo e até a própria musculatura. Mantendo uma rotina de atividades, essa degeneração pode ser aliviada.

Recomendações

Antes de começar a se dedicar a treinos, é fundamental a orientação de especialistas. Eles vão determinar a quantidade de atividades, bem como o ritmo, intensidade e tipo que devem ser adotados.

Além disso, existem cuidados que devem ser tomados de modo que os exercícios não causem algum desconforto ou transtorno. Essas condições precisam estar claras e bem especificadas para que o melhor aproveitamento seja alcançado.

Previna-se

O autoexame ainda é o melhor caminho para se combater o câncer de mama. Por meio dele, é possível chegar a um diagnóstico precoce, que facilita o tratamento da doença e aumenta as chances de cura. Por isso, sempre que se sentir à vontade, as mulheres devem fazê-lo.

Supreme AcademiaComment